Portal da
Empregabilidade
menu principal

estágios e empregos
CONCURSOS E PROVAS: COMO ESTUDAR COM EFETIVIDADE E SE DAR BEM
Postado em 08/02/2012 - (74) visualizações

Aprenda a estudar e a fazer provas com efetividade, e tire de letra o próximo concurso ou o exame final do seu curso.

Quando você faz uma prova ou presta um concurso, você está procurando demonstrar seu domínio sobre um determinado tema, ou sua aptidão para desempenhar uma determinada tarefa.

 

Preparar-se para um teste ou concurso e fazer bem a prova são assuntos altamente subjetivos, e para cada pessoa há técnicas que funcionam melhor, e outras que não funcionam. Mas todo mundo pode aumentar sua efetividade nos estudos e na realização de provas se empregar algumas técnicas simples, e se de fato estiver motivado para otimizar seus esforços e obter o melhor retorno.

O semestre está começando, e o Efetividade.net faz a sua parte para melhorar os resultados dos alunos de todo o Brasil

Como estudar – a preparação para o concurso ou prova

Aplique as dicas abaixo, adaptando-as à sua realidade:

•Analise seus resultados de provas anteriores. Seus resultados são uma excelente fonte de dados para análise. Veja o que há em comum entre as circunstâncias dos testes em que você se deu bem, procure razões em comum para os seus maus resultados passados, e use estes dados para identificar quais as condições ideais que você deve repetir, e quais os problemas que deve se concentrar em evitar. Alguns são óbvios: você tenderá a perceber que foi melhor em provas sobre assuntos que você domina, e que foi mal em provas para as quais não se preparou. Mas o importante é identificar os fatores menos óbvios: dormir bem na noite anterior ajuda, ou você vai melhor quando estuda a noite toda? Estudar em grupo melhora ou piora seus resultados? A resposta varia para cada pessoa, mas mesmo assim pouca gente de fato analisa os dados, e se guia apenas por impressões.
•Analise o histórico desta mesma prova: respostas de provas de outros anos ou turmas, de outros vestibulares, do concurso de outros órgãos similares, ou de outro professor que ministra a mesma matéria podem ajudar a encontrar alguns dos pontos relevantes nos quais você deve se fixar. Neste ponto são especialmente importantes o seu networking pessoal (para obter provas de outras turmas ou anos) e suas fontes de informação adicionais – por exemplo, sites ou jornais especializados em concursos.
•Chegue cedo, e preparado. Planeje o dia do teste para chegar cedo, e já deixe preparado na véspera todo o material: documentos, canetas, calculadora, materiais de consulta, garrafa de água, etc. Chegar em cima da hora, correndo o risco de perder a prova, e inseguro sobre ter todos os recursos necessários para fazer o teste, é uma forma clássica de dispersar seu foco e sua energia que deveriam estar dedicados à prova.
•Procure um lugar confortável: se puder escolher o lugar para sentar, procure uma posição confortável, com espaço para seu material, mais na frente ou no fundão, ou onde você preferir. Quem chega por último não pode escolher lugar, lembre-se.
•Cuide da autoconfiança e da tensão. Use técnicas para evitar a tensão, procure lembrar que você está preparado e mantenha-se confiante. Se notar que está aumentando a ansiedade, largue a caneta e respire fundo até se acalmar. Não converse com os outros alunos sobre a prova imediatamente antes de ela começar: a ansiedade é contagiosa! Seu foco e sua energia devem estar na prova em si, e a ansiedade prejudica bastante.
Não cometa erros primários durante a prova

A preparação não é tudo. Você precisa se dedicar também durante a execução. Não seja mais um a se dar mal por causa dos erros mais básicos!

◦Leia ou ouça as instruções antes de começar. Todo mundo acha isso óbvio, mas quantas pessoas já invalidaram seu gabarito ou se descobriram fazendo a prova errada, quando já não dava mais tempo de corrigir, porque deixaram de prestar atenção às instruções no início?
◦Se houver tempo, leia a prova inteira antes de começar. Faça breves anotações sobre as palavras-chave de cada resposta, ou o que você consegue lembrar sem esforço neste momento, quando você ainda não “contraiu” sua mente para dar atenção exclusiva à composição de respostas específicas. Lembre-se de quantas vezes você encontrou a faísca que faltava para alguma de suas respostas ao ler uma pergunta posterior da mesma prova.
◦Responda primeiro as questões rápidas e que você tem certeza. Acumule pontos e auto-confiança respondendo primeiro a parte fácil. Se você leu a prova inteira antes, terá uma vantagem adicional: enquanto está respondendo as fáceis e se adaptando ao vocabulário e arcabouço mental das respostas, seu subconsciente estará fazendo associações e buscas sobre as respostas das questões difíceis. Sempre que tiver um “estalo” sobre elas, anote imediatamente na margem ou em um rascunho, para não ter de se esforçar para memorizar, nem correr o risco de perder.
◦Reveja antes de entregar. Resista à tentação de “se livrar” da prova assim que você terminar a última resposta. Releia com calma, confira as respostas, o gabarito, a sua identificação e outros itens importantes. Aproveite e verifique ortografia, gramática, etc.
E o mais importante: mantenha a atenção e o foco. Durante uma prova relevante para você, nenhum outro assunto deve se sobrepor à sua necessidade imediata de acessar, organizar e registrar os seus conhecimentos sobre o assunto. Deixe todos os outros problemas dolado de fora da sala.

Fonte: http://www.efetividade.net/2007/08/14/concursos-e-provas-como-estudar-com-efetividade-e-se-dar-bem/

 



PORTAL DA EMPREGABILIDADE
Tecnologia da Informação e Comunicação - 2014